Dica da Provi: fique fluente em inglês

Apesar de selfies e spoilers já serem palavras comuns, ainda é fácil esquecer a importância da língua inglesa. Se liga na dica da Provi do nosso CTO, Luciano.

É fato que o inglês está sempre ao nosso redor, mesmo aqui no Brasil. Tem grandes chances de você hoje mesmo já ter dado um play no Spotify, ter feito download de algum arquivo da internet ou até parado para ver aquele story (do crush) no Instagram.

Se o assunto for trabalho ainda, aí é que o inglês não acaba nunca. Aquele amigo da startup X já deve ter comentado sobre aquela newsletter ótima para quem quer saber sobre bootcamps de growth hacking e machine learning. Bom, já deu para entender, né?

Sabendo que dominar a língua inglesa é indispensável não só para expandir nossos horizontes, mas também para alavancar o crescimento profissional, a dica de hoje ficou com o nosso CTO (Chief Technology Officer, só para reforçar) Luciano Krebs.

O Luciano começou sua carreira no meio comercial, mas quando conheceu o mundo do desenvolvimento percebeu que era apaixonado por programação e não quis mais saber de outra coisa. Agora você confere a dica dele para você.

Fique fluente em inglês!

Sei que parece uma dica boba e óbvia, mas ainda hoje eu entrevisto muita gente para vagas de trabalho e a grande maioria da galera não tem um nível legal de inglês. Sinto que a galera, no geral, subestima o valor do inglês.

Além de existirem muitos materiais de estudo e portais de notícias com conteúdo de qualidade apenas em inglês, dependendo da área em que você resolver atuar esse idioma vai ser ainda mais importante. Falando do mundo de programação, se você não tiver um bom nível de inglês, sua vida vai ser bem mais difícil 😔.

Acredito que o que mais me incentivou a aprender inglês foi saber que a quantidade de conteúdo disponível para aprender programação em inglês é infinitamente maior e mais barata em inglês do que português.

Já que nunca frequentei nenhuma escola de inglês, a primeira coisa que fiz para começar a aprender a língua foi trocar o idioma de todos os meus dispositivos e aplicativos. Passei a usar tudo em inglês e isso, de certa forma, me forçou a ter mais contato com o idioma.

Outro aplicativo que eu usei muito foi o Duolingo. Durante alguns meses eu fiz várias horas de aulas diariamente pelo app, e acho os algoritmos dele incríveis.


Essa foi mais uma dica da galera da Provi para você. Se quiser ficar por dentro das próximas ou conferir o que já saiu, é só ficar de olho no nosso blog. Ah, e não esquece de seguir a gente, hein!

Veja mais sobre o autor

Matheus Torrano

Apaixonado por criatividade e inovação, busco maneiras de tornar as vidas das pessoas mais felizes com o meu trabalho.