4 dicas para melhorar a aprendizagem

Você não precisa de uma fórmula mágica para aproveitar melhor seus estudos. Algumas pequenas mudanças podem fazer uma grande diferença e melhorar sua aprendizagem.

Desde crianças nós somos incentivados a aprender coisas novas. Se você parar para pensar, vai ver que grande parte da juventude é basicamente focada nessa atividade, já que as pessoas costumam ficar 16 anos passando a maior parte do tempo dentro de uma escola, do ensino infantil ao médio. E se formos contar uma graduação ou outros cursos superiores, aí é que esse número não para de crescer.

Apesar de tanto tempo dedicado ao aprendizado, você já deve ter visto alguns conteúdos que simplesmente não entravam na sua cabeça. Seja uma matéria que você não gosta muito, uma prova que vinha aumentando sua tensão ou mesmo algum assunto que parecia não fazer sentido nenhum. E a verdade é que estudar não é nada fácil, e aprender de verdade pode ser ainda mais complicado.

Independentemente do tema, assunto ou nível do estudo, existem algumas dicas que você pode colocar em prática para aproveitar melhor o tempo que você passa estudando e acabar absorvendo muito mais conteúdo do que faria normalmente. São mudanças pequenas que podem até parecer bobas, mas você vai ver que elas fazem a diferença.

Separe o estudo em pequenas partes

Um conceito que vem ganhando bastante atenção nos últimos tempos é o de microlearning. Ele se refere simplesmente a uma abordagem de ensino que passa partes pequenas do conteúdo estudado em um curto período de tempo.

Essa metodologia vem ganhando atenção principalmente no meio da educação a distância e em ambientes corporativos, porque é uma maneira de ensinar que consegue manter mais engajamento do aluno e com maior aproveitamento do estudo, já que os estudantes podem reservar, por exemplo, 5 minutos para o estudo de um conteúdo ao longo de alguns dias ao invés de precisar ficar várias horas vendo o mesmo assunto de uma vez só.

Além disso, estudos indicam que o cérebro humano consegue manter a atenção por apenas 20 minutos no máximo de cada vez, reforçando o valor de quebrar um assunto em pequenas doses para conseguir uma maior eficácia do estudo.

Busque aplicações práticas

É inegável a importância de construirmos uma base teórica sobre os temas que estamos estudando, mas é preciso lembrar que o aprendizado não deve parar por aí.

Transportar para o campo prático o conhecimento que você adquire em aulas expositivas, livros ou até mesmo vídeos é indispensável para ajudar não só na fixação do conteúdo em questão como na expansão do seu conhecimento sobre aquele assunto.

Se você está aprendendo a falar um novo idioma, procure usar essa nova língua com algum falante nativo. Se quer aprender a criar artes gráficas, comece a montar suas ideias em programas como o Photoshop ou mesmo desenhar no papel. Se está fazendo um curso profissional relacionado com a sua carreira, busque se aproximar do tema no contexto que você vê diariamente no seu trabalho.

Além de adquirir um conhecimento empírico, com desafios que você só vai entender de fato quando estiver exercitando o conteúdo estudado, vai ficar muito mais fácil lembrar de como toda aquela teoria pode ser executada no mundo real.

Encontre conexões mentais

Como já falei antes aqui nesse texto, nós estamos constantemente aprendendo coisas novas. Uma coisa que você pode não saber é que todas essas coisas que aprendemos podem nos ajudar a conquistar ainda mais conhecimento.

Quando você consegue relacionar novos conteúdos com temas que já estudou no passado, fica muito mais fácil construir uma visão abrangente do assunto, aumentando tanto a compreensão geral quanto a facilidade com que você se lembra de tudo isso.

Um exemplo prático disso é uma técnica bastante utilizada por pessoas que participam de competições de memória. Para lembrar, por exemplo, de sequências enormes de números aparentemente aleatórios, essas pessoas convertem os dígitos em uma espécie de código pessoal e constroem uma narrativa própria relacionando essas informações com experiências que elas já viveram antes. A série Explicando a Mente da Vox, disponível na Netflix, tem um episódio todo sobre isso, e você pode conferir no link (já aproveita a desculpa para invadir a conta daquele amigo que tem a assinatura do streaming).

Pratique exercícios físicos

Pode parecer até uma perda de tempo, mas praticar atividades físicas podem contribuir bastante para um melhor aprendizado.

Exercícios, principalmente os aeróbicos, são uma ótima maneira de fazer o corpo todo funcionar melhor, e isso inclui seu cérebro. Além de promover a produção de substâncias que podem fazer você se sentir melhor e aliviar o estresse dos estudos, praticar atividades físicas regularmente ajudam a construir disciplina, o que vai te ajudar a manter uma rotina de estudos mais definida.


Apesar de simples, essas são algumas dicas que podem ajudar você a aproveitar ainda mais todo o investimento feito em um bom curso profissional. Você sabe bem a importância de adquirir novos conhecimentos e se manter em dia com a evolução do mercado, e buscar formas de otimizar essa prática só tem a agregar na sua vida profissional.

Além de ajudar você a conseguir aquele curso pra transformar sua carreira, nós aqui da Provi queremos trazer sempre conteúdos que te ajudem a aproveitar essa experiência da melhor maneira possível, então não deixe de acompanhar nosso blog para mais dicas desse tipo e também sinta-se livre para sugerir novos conteúdos que quiser ver por aqui.

Veja mais sobre o autor

Matheus Torrano

Apaixonado por criatividade e inovação, busco maneiras de tornar as vidas das pessoas mais felizes com o meu trabalho.