Blended learning: conheça essa nova modalidade de ensino

O ensino tradicional tem seu valor, mas a educação online também oferece muita coisa boa. Chegou a hora de juntar o melhor de cada mundo vem para o blended learning.

Se você está no mercado da educação, muito provavelmente você já ouviu falar de blended learning. Talvez conheça por outro nome, como ensino híbrido ou b-learning, mas o importante que esse é termo que ganhou bastante atenção nos últimos tempos em meio a discussões entre os profissionais da área.

O meio educacional está constantemente buscando maneiras de aperfeiçoar o modo como o ensino é aplicado. O objetivo não é apenas descobrir qual a melhor forma de transmitir conhecimento que vai ser aprendido pelos estudantes, mas também como fazer para que esses estudantes consigam ter acesso fácil aos assuntos estudados e mantenham o engajamento nos estudos.

Vale lembrar que não são apenas grandes universidades ou instituições de ensino fundamental, médio e superior que se interessam pela evolução da educação. Escolas e centros de ensino técnicoprofissionalizante e corporativo também acompanham esse movimento, afinal oferecer um método de ensino inovador e eficiente seria uma ótima maneira de ganhar destaque e superar a concorrência.

Nessa constante procura por melhorar a maneira de ensinar é que surge o blended learning. Nesse texto você vai encontrar uma explicação para o que significa de fato esse conceito e quais seus benefícios para estudantes e educadores.

O que é blended learning?

Embora ainda exista uma discussão sobre qual a definição oficial de blended learning, fontes diferentes tendem a incluir principalmente a mistura de ensino presencial com ferramentas de ensino online.

Uma definição simples e objetiva para o conceito diz que blended learning é uma abordagem educacional que combina experiências de aprendizado cara a cara e online de maneira que cada parte complemente a outra com seus pontos fortes.

É normal que cursos utilizando a abordagem proposta pelo blended learning ofereçam ambientes clássicos de ensino, como uma sala de aula física com várias cadeiras e um professor, além de conteúdo disponibilizado de maneira digital.

É importante notar que para seguir o conceito de blended learning não basta pegar todo o conteúdo de um curso e disponibilizar em ferramentas online ou algum outro tipo de combinação simplista entre ferramentas físicas e digitais. No blended learning os elementos presenciais e os elementos digitais devem se combinar de maneira harmoniosa e complementar, contribuindo para oferecer uma experiência final mais completa ao estudante.

Um dos modelos mais conhecidos de blended learning é o flipped classroom, ou “sala de aula invertida”. Nesse modelo os estudantes têm seu primeiro contato com o conteúdo ensino em suas próprias casas, e a aplicação prática da matéria em exercícios e tarefas é feita no ambiente da instituição de ensino, lado a lado com professores e colegas de turma.

Quais os benefícios do blended learning?

Apesar de já estar claro na definição do próprio conceito, vale a pena reforçar que um dos grandes benefícios do blended learning é oferecer as melhores potencialidade tanto do ensino presencial quanto do ensino online.

Uma característica importante do blended learning é o aumento da autonomia do estudante. Com a possibilidade de consumir o conteúdo de acordo com sua própria percepção do aprendizado o estudante passa a ter mais protagonismo no ensino, organizando seus estudos da forma que ele mesmo considera mais eficiente.

Por oferecer não só conteúdo online mas também o auxílio e acompanhamento de um professor, esse formato de ensino também é mais eficiente para resolver dúvidas e evitar falhas na transmissão do conhecimento. O estudante pode registrar todas as questões que eventualmente surgem ao estudar sozinho e trazer isso para os encontros intermediados por um professor.

Já que essa modalidade não acontece totalmente de maneira presencial, também é comum que essa modalidade seja uma opção com custos reduzidos tanto para o estudante quanto para a instituição de ensino. É claro que existem os custos óbvios de manter uma plataforma online funcional e atualizada, mas são valores bem menores do que os envolvidos na manutenção de um espaço físico. Isso significa que as instituições de ensino conseguem otimizar sua operação, atendendo mais estudantes sem precisar aumentar sua estrutura, tornando o negócio mais escalável.

Além dos benefícios mencionados, existem ainda estudos como esse do professor canadense Donn Garrison que sugerem que o blended learning oferece de forma geral um entendimento mais profundo do conteúdo abordado durante um curso.


Fato é que novas formas de ensinar vão sempre estar aparecendo, e é dever de quem trabalha nesse meio saber identificar o que é realmente benéfico para educador e estudante para conseguir colocar as novidades em prática.

Aqui no blog da Provi estamos sempre trazendo informações relevantes para profissionais da educação, e no nosso site você também pode conferir os serviços criados por nós para ajudar a alavancar a sua escola.

Veja mais sobre o autor

Matheus Torrano

Apaixonado por criatividade e inovação, busco maneiras de tornar as vidas das pessoas mais felizes com o meu trabalho.