Mitos e verdades sobre a importância profissional da graduação

Cursar uma faculdade é uma forma de se preparar para o futuro profissional, mas não é a única. Confira a real importância da graduação para a sua carreira no mercado de trabalho!

Grande parte das pessoas cresceu ouvindo que ir para a faculdade e completar um curso de graduação é essencial para quem quer garantir uma boa profissão e situação financeira estável no futuro, mas isso está longe de ser uma verdade absoluta.

É claro que existem os famosos exemplos de pessoas que alcançaram sucesso profissional sem terminar uma graduação, como Bill Gates e Mark Zuckerberg, mas não é preciso ir tão distante para entender que fazer faculdade pode não ser tão essencial como todo mundo diz.

Empresas estão deixando de exigir diplomas

Uma tendência que vem crescendo atualmente nos processos seletivos de grandes empresas, principalmente da área de tecnologia, é a de focar nos conhecimentos e habilidades de cada profissional ao invés de cobrar um diploma na seleção.

Empresas como o Google e a IBM já oferecem diversas vagas em que as pessoas interessadas não precisam de um diploma de graduação se comprovarem ter o conhecimento e a habilidade equivalente sobre determinado assunto. Isso acontece porque, no fim das contas, o que importa para as empresas é o que o profissional é capaz de fazer, não se ele passou por todas as etapas tradicionais de ensino.

Uma pesquisa mostrou que os profissionais não devem apenas focar no ensino formal para garantir sua competitividade no mercado de trabalho do futuro, mas também desenvolver habilidades como percepção social, aprendizado ativo e fluência de ideias. Ou seja: profissionais de qualidade são aqueles que conseguem entregar resultados de qualidade com seu trabalho, não qualquer pessoa com um diploma na mão.

Mas não se esqueça de que assim como a importância da graduação não é uma verdade absoluta, o contrário também funciona. Se você acha que Bill Gates e Zuckerberg só conquistaram suas fortunas porque largaram a faculdade, vale lembrar de nomes como Jorge Paulo Lemann, formado em Economia e um dos homens mais ricos do Brasil.

A importância da graduação

Isso tudo quer dizer que a graduação não serve pra nada? Não! Todo esse movimento mostra que o mercado aprendeu que a graduação não é a única maneira de um profissional se preparar para o mercado, mas as faculdades e universidades continuam sendo uma boa forma de adquirir conhecimento em diversas áreas.

Além de toda a infra estrutura e suporte que grandes universidades podem oferecer aos seus alunos de graduação, a vivência universitária também é uma oportunidade de desenvolver habilidades relevantes para profissionais que querem se destacar no mercado.

Estudantes de graduação muitas vezes se envolvem em diversas atividades extra curriculares importantes para uma formação profissional completa. De grupos de pesquisa e entidades estudantis até times esportivos em associações atléticas, o ambiente da graduação proporciona várias alternativas para quem quer ir além e vivenciar experiências que com certeza serão úteis ao longo da vida profissional.

Outro ponto importante é que o diploma de uma graduação ainda é uma ótima forma de certificar que você tem o preparo e conhecimento necessário para desempenhar determinada função no ambiente profissional. É por isso que pessoas que decidem fazer uma graduação devem escolher instituições de ensino de qualidade e reputação conhecida no mercado, o que aumenta o valor dessa experiência para o mercado de trabalho.

Como se desenvolver sem uma graduação

Enfim, apesar de ainda ter o seu valor, a graduação não é mesmo a única alternativa possível para quem quer alcançar o sucesso profissional, mas quem decide seguir sem cursar uma faculdade também não pode ficar sem fazer nada.

Se você quer seguir pelo caminho do empreendedorismo ou mesmo entrar em alguma empresa e construir sua carreira no mercado profissional, é essencial se preparar para os desafios que você vai encontrar pela frente. Seja o conhecimento técnico da área que você se interessa (como programação, design, vendas e etc.) ou as soft skills que mencionei acima (como percepção social e fluência de ideias), você precisa buscar maneiras de melhorar seu preparo profissional mesmo sem uma faculdade.

Existe muita informação disponível de graça ou a baixo custo na internet, e optar pelo caminho autodidata pode sim ser uma opção, mas existem também milhares de instituições de ensino de qualidade oferecendo cursos profissionais específicos para cada habilidade ou conhecimento valorizado pelo mercado de trabalho.

Optar por um curso intensivo em uma instituição reconhecida pode ser uma ótima forma de desenvolver suas habilidades em determinada área sem ter que passar pelos longos anos de graduação e ainda assim conquistar um certificado que comprove o seu conhecimento. Profissionais de tecnologia, marketing, comunicação, produto, design e várias outras áreas já conhecem essa realidade e sabem como um bom curso pode ajudar a alavancar a sua carreira profissional.

A Provi é uma fintech que nasceu com o objetivo de revolucionar a educação no Brasil por meio de crédito descomplicado, e fazemos isso junto a mais de 600 parceiros que oferecem os melhores cursos profissionais do mercado. Se você quer reforçar seu conhecimento profissional, conquistar um certificado de qualidade para o seu currículo ou mesmo atualizar o aprendizado que teve na graduação, confira os nossos parceiros e aproveite a ajuda da Provi para transformar a sua carreira sem se preocupar com dinheiro.

New call-to-action

Veja mais sobre o autor

Provi