Futuro da educação: tendências para instituições de ensino

Veja algumas práticas que a sua escola pode utilizar para melhorar o ensino, se atualizar e ficar pronta para o futuro da educação.

Com tantas novidades e tecnologias sendo criadas e melhoradas a cada dia, é difícil achar algum aspecto de nossas vidas que não tenha sido impactado por esse movimento – e com a educação não é diferente.

Ainda mais importante que as mudanças que aconteceram na sociedade são as mudanças na maneira como nós vivemos e nos relacionamos com o mundo à nossa volta. A maneira com que nós, humanos, interagimos com conteúdos e absorvemos novas informações mudou, e escolas e instituições de ensino devem ter isso em mente para oferecer um aprendizado de qualidade aos seus estudantes.

Saber de que forma é possível usar o poder da tecnologia para potencializar os esforços educacionais da sua instituição garante não só o aumento da satisfação dos estudantes como também a competitividade da sua escola no mercado, e agora você confere alguns dos conceitos mais importantes para se preparar para o futuro da educação.

Atualização constante de conteúdos

Vivemos cercados por redes sociais, portais de notícias, empresas de mídia e milhares de outras fontes de informação que despejam novos conteúdos sobre nós a cada minuto. Um artigo publicado no jornal há uma semana já é considerado ultrapassado – e isso não pode acontecer com os seus conteúdos educacionais.

Para conseguir engajar seus estudantes ao longo do seu processo de ensino, é essencial oferecer conteúdo atualizado e relevante que consiga chamar atenção e despertar a vontade de interagir com aquela nova informação. Apostilas velhas, livros antigos e coisas do tipo podem de fato conter muita informação relevante, mas o desafio é trazer os ensinamentos presentes nesses materiais para algo com que o aluno consiga se identificar no dia a dia.

O conceito da curva do esquecimento proposto pelo psicólogo Hermann Ebbinghaus mostra a importância dessa atualização. Ele descobriu que nós humanos esquecemos 75% de novas informações em apenas 6 dias quando não utilizadas. Por isso, apresentar seu conteúdo educacional de forma que o estudante consiga entrar em contato com isso diariamente aumenta muito as chances de um aprendizado eficaz.

Inteligência artificial e personalização

Tecnologias de inteligência artificial estão presentes em várias ferramentas do cotidiano para proporcionar experiências personalizadas para cada um de nós – e isso é feito tão bem que nem percebemos quando entram em ação.

Quando você abre o YouTube e começa a assistir um vídeo recomendado, quando coloca mais uma sugestão de produto no seu carrinho da Amazon antes de fechar a compra ou quando dá o play na sua playlist de Daily Mix no Spotify, cada um desses momentos conseguem conquistar seu engajamento e oferecer uma experiência de qualidade porque são personalizados especialmente para você. Trazer essa personalização para dentro da sua instituição de ensino é uma forma de conquistar esse mesmo tipo de engajamento, e a inteligência artificial pode ajudar com isso.

Uma forma de trazer personalização ao seu processo de ensino é disponibilizar suas aulas e lições em uma plataforma de gestão de conteúdo capaz de categorizar e sugerir todas as informações contidas ali de acordo com o comportamento de cada estudante ao longo do curso. Isso vai ajudar você tanto a proporcionar uma experiência mais interessante para cada estudante como a entender em que tipo de assunto as pessoas têm mais interesse e você deveria focar seus esforços.

Gamificação

Ainda no contexto do engajamento, a gamificação pode ser um grande aliado para conquistar o interesse dos seus estudantes e oferecer um ensino mais prazeroso. A gamificação consiste na utilização de práticas e formatos presentes em jogos para organizar e oferecer conteúdo de ensino de maneira mais interessante, divertida e envolvedora.

Um grande exemplo dessa estratégia é o Duolingo, uma plataforma de ensino de idiomas que tem uma interface colorida e amigável com cara de jogo para seus estudantes. Cada nova aula desbloqueia conquistas especiais, recompensas virtuais para quem está estudando na plataforma, e incentiva a pessoa a continuar na trilha do aprendizado.

Pensar até mesmo em formatos competitivos pode ser uma boa forma de conquistar o engajamento dos estudantes. Cada pessoa pode acumular pontos de acordo com o tempo estudado, lições completadas ou coisa do tipo e a turma toda tem acesso ao ranking geral de estudantes, estimulando que cada um se dedique mais aos estudos para alcançar posições mais altas na classificação.

Protagonismo do estudante

Um tema que vem ganhando relevância no meio educacional é o de incentivar o aprendizado ativo e o protagonismo do estudante ao longo do processo de ensino, ainda mais quando ninguém precisa estar sempre em uma sala de aula para estar estudando.

A sala de aula histórica, com um professor apresentando todo o conteúdo para um grupo de estudantes, já não é mais adequada ao estudante moderno, e proporcionar um processo em que o estudante consegue agir ativamente dentro do aprendizado é uma tendência na educação.

Esse protagonismo aparece também como uma forma de incentivar dois pontos citados anteriormente, a personalização e a atualização de conteúdos. Permitir que o estudante oriente o processo de ensino de acordo com seus interesses, busque seus próprios desafios e levante pontos de discussão ao longo do aprendizado contribui para aumentar o envolvimento ao longo de todo o ensino – o que é também uma forma de aumentar a retenção de conhecimento e fugir da curva de esquecimento de Ebbinghaus.

O futuro da educação já chegou

Alguns conceitos e tecnologias apresentados nesse artigo já estão sendo utilizados no mundo todo para diversas finalidades, e saber como trazer essas práticas para a sua instituição é o que vai fazer a diferença de verdade.

Entender como os estudantes se comportam e usar a tecnologia para adequar suas atividades a essa nova realidade é uma forma de manter sua competitividade em um mercado em que as pessoas precisam cada vez mais estudar durante toda a vida.


Além de olhar para o futuro da educação e buscar inovações na forma com que a sua instituição de ensino oferece educação de qualidade aos estudantes, é importante que a inovação faça parte também da gestão do seu negócio de educação – e a Provi é o parceiro certo para crescer a sua empresa.Com mais de 350 escolas parceiras em nossos produtos de financiamento educacional, a Provi ajuda escolas e infoprodutores de todo o Brasil a aumentar as vendas de cursos profissionais. Para saber como nossos produtos podem ajudar a sua escola a crescer cada vez mais, entre em contato com a nossa equipe.

New call-to-action

Veja mais sobre o autor

Felipe Felix