O que é um webhook? Entenda como funciona este recurso

Saiba como webhooks podem agilizar sua rotina e conheça as integrações que a Provi oferece com eles.

Uma das principais vantagens das automatizações em tecnologia é poder receber notificações sobre coisas importantes ao invés de ter que ficar checando-as o tempo todo, concorda? Com webhooks e APIs tal praticidade é elevada para outro patamar: essas integrações agilizam processos de trabalho conforme a sua necessidade.

Mas o que são webhooks e APIs? Onde são encontrados? Como funcionam? Calma, se você ainda não conhece esses recursos, vamos te explicar de um jeito fácil os principais pontos.

Webhook e API

A tradução literal para webhook é um “gancho na web”. Em resumo, webhooks criam um tipo de conexão entre dois sistemas, para que um sistema possa receber informações do outro assim que uma determinada ação ocorrer. 

Um exemplo: com um webhook configurado, você recebe notificações diretamente no seu sistema sobre o seu fluxo de vendas, sem precisar verificar as atualizações manualmente.

Já API é uma sigla para Application Programming Interface ou, em português, Interface de Programação de Aplicativos. APIs são conjuntos de definições e protocolos para a implementar e integrar softwares, aplicativos e sistemas. 

Diferenças entre APIs e webhooks

Enquanto o webhook é um serviço, APIs são o conjunto de regras e boas práticas para a utilização de serviços – que também podem ser webhooks. Pode até parecer que ambos são a mesma coisa, mas na prática podemos dizer que a principal diferença se encontra no processo de integração

Basicamente, APIs permitem o acesso aos recursos de uma empresa, enquanto webhooks funcionam na via contrária: a empresa te notifica sobre os processos que você deseja saber. Para utilizar APIs, você deverá saber programar (ou ter um programador na sua equipe) para seguir a documentação com o passo-a-passo para integrar corretamente os sistemas. 

Já webhooks são praticamente plug & play, pois não exigem conhecimentos avançados em códigos para usá-los. Explicando de forma simples, nele são configurados os parâmetros desejados em uma URL para a qual serão enviadas as notificações sobre as funcionalidades desejadas. 

Como usar um webhook

Aqui na Provi, nossos parceiros contam com uma plataforma completa que já possibilita o acompanhamento de diversas solicitações. Mas e se a empresa tem necessidades específicas ou quer otimizar a rotina com a automatização dessas funcionalidades? É aí que os webhooks entram no jogo.

Por meio da URL gerada você poderá receber notificações sobre inúmeros processos. Acompanhe em tempo real o status de abertura de carrinho, envio de informações básicas e documentos, pagamentos, cancelamento, aprovação e muito mais! São mais de 20 status que você pode acompanhar com praticidade para aprimorar seu fluxo.

Fique por dentro de toda a jornada de compra de um aluno e aplique estratégias de remarketing se necessário, como a criação de vendas exclusivas e campanhas de recuperação de carrinho. Ah, e além disso, integre os webhooks com outras plataformas, como o ActiveCampaign, por exemplo.


A Provi oferece uma integração nativa por intermédio de APIs e webhooks. A descrição detalhada de todas as etapas do processo podem ser encontradas na nossa documentação. Para saber mais sobre as funcionalidades e integrações possíveis, fale com o seu Gerente de Sucesso.

Ainda não é parceiro da Provi? Conte conosco para oferecer uma solução de pagamento segura para os seus estudantes e descomplique a rotina da sua empresa. Entre em contato com a nossa equipe.

Este artigo foi produzido em conjunto com Rafael Bueno.

New call-to-action

Veja mais sobre o autor

Carolina Sime

Analista de Marketing aqui na Provi, me encanto por cultura, entretenimento e inovações que busquem impactar positivamente o mundo.